segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Prefeito gay vai ao STF defender criminalização do ódio a LGBT

Prefeito gay vai ao STF defender criminalização do ódio a LGBT
- O julgamento das ações que podem tornar a discriminação contra LGBT em crime dentro da Lei do Racismo está previsto para a quarta 13.